O estudo conta com a colaboração do Prof. Dr. Wilson Araújo da Silva Jr., do Departamento de Genética da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP e pesquisador principal do CTC-USP. O objetivo é identificar fatores genéticos que possam estar relacionados com a gravidade da COVID-19.

Serão coletadas, ao longo de quatro meses, amostras de sangue e tecidos de pacientes com manifestações clínicas leves, moderadas e graves da doença, obtidas de instituições de saúde dos Estados do Paraná e de São Paulo.

Clique aqui e saiba mais na reportagem do Jornal da USP.

Clique aqui e assista também a matéria divulgada no Fantástico.