CTC oferece Bolsa FAPESP para os setores Financeiro e de Administração de materiais e controle de estoque

O Centro de Terapia Celular da USP, sediado no Hemocentro de Ribeirão Preto, oferece “Bolsa FAPESP modalidade TT-3” para os setores Financeiro e de Administração de materiais e controle de estoque.

Os interessados deverão enviar currículo, até o dia 11 de junho, para o e-mail: processoseletivo@hemocentro.fmrp.usp.br.

Para a posição no setor Financeiro, o candidato deve ser graduado em Administração, Ciências Contábeis ou Economia. Já para Administração de materiais e controle de estoque, o candidato deve ser graduado em Logística ou Administração. A bolsa terá validade de 12 meses, com carga de trabalho de 40 horas semanais. Ambos não devem ter vínculo empregatício.

Além do treinamento especializado de aperfeiçoamento, o bolsista terá direito, mensalmente, a uma bolsa auxílio no valor de R$ 1.228,40.

Casa da Ciência abre inscrições para orientadores no projeto “Adote Online”

Estão abertas as inscrições para os pesquisadores, graduandos e pós-graduandos interessados em participar do programa “Adote Online” da Casa da Ciência, no 2º semestre de 2021. Os interessados devem conversar com a equipe pelo e-mail contato@casadaciencia.com.br ou pelo telefone (16) 2101-9308.

A iniciativa traz uma série de vídeos gravados voltados aos alunos do ensino básico de todo o país. Os palestrantes apresentarão conceitos das áreas em que atuam e solicitarão uma pequena tarefa no final de cada encontro virtual.

A parceria é essencial para que as ações da Casa tenham sucesso neste 21º ano de existência. A proximidade entre o pesquisador e o aluno faz toda a diferença. O “Adote Online” é uma oportunidade de formação inicial ou continuada para pós-graduandos e demais pesquisadores nas práticas de orientação, docência, pesquisa e divulgação científica, tudo de maneira indissociável do compromisso social da Universidade (extensão).

A Casa da Ciência é um programa do Hemocentro de Ribeirão Preto que desenvolve atividades de ensino de ciências com objetivo de aproximar a pesquisa científica de alunos e professores da rede básica de ensino e apoiá-los. O projeto é parte do Centro de Terapia Celular (CTC-USP), integrante dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID), financiados pela FAPESP.

Festival internacional de divulgação científica tem edição especial online em três cidades paulistas

A ciência se tornou um excelente aperitivo em muitos bares brasileiros desde 2015, graças ao festival internacional de divulgação científica Pint of Science. Em 2021, a edição foi realizada de forma virtual pela segunda vez nos dias 17, 18 e 19 de maio, devido à necessidade de isolamento social trazida pela pandemia da covid-19. Em vez da tradicional mesa de bar, o público pôde saborear a ciência pelo YouTube.

A novidade deste ano foi que três cidades do interior paulista – Ribeirão Preto, Rio Claro e São Carlos – prepararam uma programação especial. O resultado foi um cardápio bem temperado com doses de biologia, geociências, tecnologia e até mesmo direito, distribuído em três atividades que harmonizaram muito bem com as bebidas e petiscos que todo mundo gosta de degustar em casa.

As atividades foram transmitidas ao vivo pelo canal do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP no YouTube e começaram no dia 17, às 19h, com o bate-papo O novo petróleo: quando dados viram mercadoria em um mundo dependente da inteligência artificial. Para explicar de que forma a inteligência artificial e os dados pessoais se relacionam e quais mecanismos podemos usar para nos proteger, foram convidados três pesquisadores: Cíntia Pereira de Lima, da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da USP; Daniel Guimarães Pedronette, do IGCE-Unesp; e Kalinka Castelo Branco, do ICMC-USP.

Já no dia 18, o prato do dia foi Rochas microbiais: da origem da Terra a reservatórios de petróleo e o Pré-Sal, em que o público pôde conhecer os microbialitos, um tipo de rocha formada pela atividade metabólica de microorganismos e que contribuiu para a formação de importantes reservas de hidrocarbonetos, como o Pré-Sal aqui no Brasil. Os convidados da noite foram os professores José Alexandre de Jesus Perinotto e Lucas Veríssimo Warren, do IGCE-Unesp, e Taís Suelem Viana, mestre em Toxicologia pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da USP.

A saideira ficou por conta de Por que os cientistas espionam os sons da natureza? Foi quando o público pôde compreender uma área de pesquisa que investiga as conexões entre os sons e diversos biomas, e utiliza ferramentas de ciência de dados para responder a perguntas relacionadas à ecologia. Mais três pesquisadores apresentaram o cardápio da última noite do festival: Maria Cristina Ferreira de Oliveira, que é diretora do ICMC-USP; o professor Milton Cezar Ribeiro, do Instituto de Biociências da Unesp Rio Claro; e a bióloga Bruna Lima Ferreira, integrante do projeto Ilha do Conhecimento.

O evento foi organizado pelo ICMC-USP, pela Unesp Rio Claro, pelo IEA-RP, pelo Centro de Terapia Celular (CTC-USP) e pelo Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias (CRID-USP).

Seminário Online do CTC apresenta os avanços nas pesquisas com assinaturas moleculares proteicas em modelos de câncer

O Centro de Terapia Celular (CTC-USP) promoveu o 3º Seminário Online, transmitido pelo canal do YouTube da TV Hemocentro RP, no dia 6 de maio. O encontro, ministrado pelo Prof. Dr. Vitor Faça, teve como tema: “Descobrimento e Aplicações das assinaturas moleculares proteicas em modelos de câncer”.

O proteôma é um sistema multidimensional e altamente dinâmico, no qual cada proteína apresenta várias propriedades interconectadas, que conjuntamente representam o fenótipo de uma célula ou organismo. Com os avanços em espectrometria de massas voltada ao estudo de proteômas, várias medidas de abundância, localização celular, síntese/degradação, modificações pós-traducionais, etc. começam a ser analisadas de maneira integrada, permitindo uma melhor compreensão de processos fisiológicos e celulares.

O palestrante é docente da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP-USP) e pesquisador principal do CTC-USP. Atualmente, se dedica às aplicações clínicas da proteômica no câncer e na avaliação de alterações proteicas durante o processo de Transição Epitélio-Mesenquimal e progressão tumoral.

Assista abaixo o seminário completo. Aproveite e adicione a nossa agenda de eventos clicando aqui!